• Taiara Desirée

ANDRÉ CARVALHAL: UM NOVO OLHAR SOBRE A MODA


Co-fundador da MALHA, o maior espaço de moda colaborativa do Brasil e Diretor Co-Criativo da AHLMA, André Carvalhal, concedeu entrevista exclusiva ao Bloguesia.


André Carvalhal | Foto Dellox

Este mês estou lendo um livro incrível, o Moda com Propósito do André Carvalhal, e estou tão envolvida com a leitura que, antes mesmo de concluir, já pesquisei um pouco mais sobre os projetos do autor e não pude deixar de convidá-lo para uma entrevista.

O André Carvalhal que trabalhou durante anos como gerente de marketing e conteúdo à frente da Farm, uma famosa marca brasileira, desistiu do que fazia para dar um novo rumo ao seu trabalho. Ele é co-fundador da MALHA, o maior espaço de moda colaborativa do Brasil e, agora, assume o cargo de Diretor Co-Criativo da AHLMA, a sua mais nova marca, lançada em parceria com o Grupo Reserva.

A AHLMA nasceu como uma Nova Era, desafiando a lógica de mercado com a proposta de um consumo mais inteligente e que minimize o impacto negativo da moda na natureza. Uma rede tecida em conjunto para servir aos sonhos, à vida e desenhar uma nova história.

Autor de 'A Moda Imita a Vida' e 'Moda com Propósito', mirando muito além da venda e do marketing, ele nos faz refletir sobre certos valores que devem nortear a nova realidade da moda. Por isso, hoje, ele é o meu convidado especial para um bate papo pra lá de inspirador.


André Carvalhal | Foto ffw.uol.com.br

BATE PAPO

TAIARA. De gerente de marketing de uma famosa marca brasileira para co-fundador do maior espaço de moda colaborativa do Brasil e, agora, criador de uma marca que promete atender à Nova Era através de uma moda mais justa, percebemos que muita coisa mudou na sua vida. Para você, a moda precisa de uma grande virada. Mas qual foi o 'fator decisivo' para essa grande mudança de estilo de trabalho e vida?

ANDRÉ. É difícil apontar um único motivo, são várias causas e uma coisa foi levando a outra. Mas em algum momento da minha vida eu comecei a me re-conectar bastante com a natureza através da prática de esportes ao ar livre e isso acabou me conectando com um grupo de pessoas que se alimentam, vivem e fazem as coisas de um jeito diferente. Isso me levou a fazer um curso de especialização em Design pela Sustentabilidade, e nesse curso comecei a ter muita noção dos impactos que causamos na natureza, seja pelo o que a gente come, veste ou faz. Isso contribuiu para a minha visão da falência do modelo tradicional da moda, que é muito negativo para o meio ambiente e para as pessoas. Somando com tudo o que está acontecendo no mundo, onde cada vez mais, as pessoas estão falando sobre essa realidade, sobre a responsabilidade de quem fez a roupa, de onde veio a matéria prima, enfim, fui bastante impactado com tudo isso.

TAIARA. A Malha é hoje o maior espaço de moda colaborativa do Brasil, que induz a moda independente, colaborativa e mais justa. Qual o maior desafio que você encontrou na implementação dessa ideia?

ANDRÉ. Um dos grandes desafios de participar do processo de criação da MALHA foi o entendimento de qual seria o modelo de negocio, de como a gente conseguiria viabilizar o projeto e ganhar dinheiro com ele. Porque era algo bastante inovador, não havia referência para que a gente pudesse trocar uma ideia. Depois alguns outros desafios foram aparecendo, por mais contraditório que possa parecer, um dos maiores desafios é trabalhar a colaboração, por mais que seja um grande espaço colaborativo. Entender como as colaborações e as relações podem acontecer ali, fazem parte de um aprendizado diário.


MALHA Co-working | Foto Ilana Bessler

TAIARA. Nos dias de hoje, a competição vem cada vez mais sendo substituída pela colaboração. Para você, qual o maior impacto que a energia colaborativa pode causar na vida das pessoas?

ANDRÉ. A colaboração faz parte do início da nossa história, os nossos ancestrais viviam em tribos, comunidades, sentavam em círculos, dançavam em roda, isso fazia muito parte e tinha muito sentido para a evolução da humanidade. Depois de um tempo a gente começou a entender que a competição era mais forte do que a colaboração, a gente vê isso no vestibular, lutar pelo numero e vagas limitadas, depois no ambiente de trabalho onde as vagas eram pouca e para você crescer você tinha que tá "derrubando" ou ocupando o lugar de alguém, isso foi mudando muito o nosso pensamento. Só que hoje a gente vive um momento planetário bastante desafiador, onde talvez, somente a colaboração e a união possa viabilizar novas histórias. Essa é a importância que a colaboração tem hoje para a gente.


André Carvalhal na AHLMA | Foto Thays Bittar/Reserva

TAIARA. No início desse mês você comunicou a sua saída da sociedade da MALHA, apesar de ainda ser membro do Conselho. Mas sempre evoluindo, hoje, você é Diretor Co-Criativo da AHLMA, a sua mais nova marca que já nasceu FANTÁSTICA e inspiradora. Tudo nela atende à uma Nova Era, os produtos, o propósito compartilhado, a maneira como define cada membro/setor da equipe, a forma de se comunicar, entre muitas outras ideias como, por exemplo, o "Armário de Memórias". Conta mais a AHLMA desse novo negócio.

ANDRÉ. Quando começamos a pensar na AHLMA levamos em consideração o que precisa e como deve ser uma marca nascida hoje, em 2017, e com isso chegamos a alguns caminhos que deveriam fazer parte da construção dessa marca. Primeiro em relação ao respeito ao meio ambiente, pensamos em criar uma marca que gere o menor impacto negativo na natureza e nós encontramos o melhor caminho para fazer isso nesse momento, que é deixar a natureza respirar. Então nós usamos somente matéria prima que já está pronta, já foi produzida, que muitas vezes está como sobre em grandes fábricas, sem ser utilizadas. Diferente da maioria das marcas, onde se cria uma coleção e depois se vai produzir ou comprar tecidos novos, exclusivos, nós vamos até as fábricas, aos fornecedores, olhamos o estoque de coisas que estão paradas, que são sobras, mas que são novas, são boas e que não tem sentido estarem paradas, e nós criamos os produtos em cima disso. Não utilizamos nada de origem animal, nosso processo de criação é colaborativo, então dentro da nossa coleção nós temos marcas e pessoas parceiras que ajudam a criar as coleções, produtos, então nós vendemos tudo isso junto, além dos produtos que são desenvolvidos por nós. O consumo de moda está se transformando e por isso nós também temos novas formas de acesso, desde o conserto a troca, venda de peças de brechó que nós garimpamos, peças piloto da própria coleção que não vão para a loja. É um trabalho diferente além de só vender a coleção nova. Nós também pensamos em transformar experiências geradas pela marca em produtos, na nossa loja nós temos uma academia com aula de Yoga, curso de meditação, lavanderia, restaurante, enfim, esses são alguns dos primeiros caminhos que temos traçado e estamos, nesse momento fazendo o melhor que podemos fazer.


André Carvalhal e modelos com looks da primeira coleção da marca. | Foto: AHLMA/Divulgação

TAIARA. Através das suas experiências e aprendizados que serviram de base para a sua nova proposta para o mercado da moda. Qual mensagem você gostaria de deixar para mundo?

ANDRÉ. Hoje eu entendo que o meu propósito é abrir os olhos, a cabeça, o coração de pessoas e marcas para novas formas de ser e de fazer. A gente está numa era de transição e isso está sendo dito por todos os lados, que ainda existem muitos formatos, padrões que são antigos e a necessidade de se encontrar novos formatos, novos modelos e eu tenho muita vontade de atuar nisso e compartilhar esse tipo de aprendizado, experiência e conhecimento com as pessoas. Porque eu acho que, somente assim, a gente vai conseguir fazer uma virada, fazer uma transformação e chegar nessa Nova Era.


André Carvalhal | Foto: AHLMA/Divulgação

Então é isso, adorei o bate papo de hoje e espero que você também. O tema é inspirador, reflexivo e de grande importância. Agradeço ao André por ter aceitado o convite e por toda sua atenção. Desejo muito sucesso nessa caminhada pela Nova Era da Moda, a Moda com verdadeiro Propósito.

Ah, não esquece de visitar o site da AHLMA [garanto que é incrível], e de seguir o André Carvalhal nas Redes Sociais @carvalhando - Instagram e Facebook.

Um super beijo e até mais!

Taiara Desirée

#AndréCarvalhal #malhamodacolaborativa #modacolaborativa #modacompropósito #amodaimitaavida #carvalhando #moda #modaconsciente #novaera #ahlma #coworking #energiacolaborativa #DesignpelaSustentabilidade #livrosdemoda

385 visualizações

Apoie o Bloguesia

A missão do Bloguesia é levar informação confiável e relevante para ajudar e inspirar os leitores a compreender e buscar um estilo de vida mais saudável, harmônico e compassivo, respeitando a natureza e todos os seres que habitam a Terra conosco. São mais de 9 anos de pesquisas, estudos, posts, parcerias e publicações através de textos, fotos, artigos, vídeos e áudios produzidos de forma independente pela Taiara Desirée - e/ou selecionados por ela (no caso dos Colunistas). Taiara tem a comunicação como um propósito de vida, sendo imensamente grata a todos que fazem parte desta história. Uma Criativa Cultural e entusiasta, que carrega no coração uma enorme vontade de fazer muito mais. Ao doar para o Bloguesia, você colabora para a manutenção deste trabalho, ajudando a melhorá-lo e a trazer para o mundo cada vez mais conteúdo de valor.

Gratidão!

Bloguesia by Taiara Desirée

2019 POR TAIARA DESIRÉE - CNPJ 26.259.889/0001-10 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.