• Renata Cortella

NÃO HÁ SAÚDE FÍSICA SEM SAÚDE MENTAL E EMOCIONAL

Como você está se sentindo reflete em todas as suas escolhas ao longo do dia. E vice-versa. 



Como você está se sentindo durante o isolamento? Com medo, angústia, solidão, ansiedade? Lembre que não há corpo saudável com uma mente em crise. Por exemplo: em presença de estresse, ocorre aumento de cortisol, hormônio produzido pela glândula supra renal, estimulando a produção de ácido clorídrico no estômago, podendo levar à sensação de dor, enjoo, refluxo gástrico. Aí está a explicação de "gastrite nervosa", e mecanismos como este ocorrem por todo o corpo em resposta às emoções.


Neste período, eu espero que você esteja cuidando ainda mais da sua alimentação já que, como sabemos, os alimentos podem nos inflamar ou nos nutrir, dependendo do que for. Lembre da importância de reduzir industrializados, frituras, açúcares, farinhas refinadas, carnes e outros derivados animais pois esses podem levar à inflamação e queda do sistema imunológico em um momento que precisamos tanto dele. Falo mais sobre este tema no meu Instagram, e aqui vamos falar das sensações que você está percebendo neste período e como alteram sua saúde como um todo.


O primeiro passo é identificar quais são os sentimentos e pensamentos que te norteiam nas últimas semanas. Em seguida, busque identificar o que está levando a esses sentimentos e pensamentos. Por exemplo, acordar e ligar a TV no noticiário ou já olhar as mensagens de grupos de WhatsApp, redes sociais, recebendo uma chuva de notícias de mais casos de Covid19, mortes, prejuízos, empresas fechando e uma perspectiva negativa para os próximos meses. Mesmo que você tenha acordado com ótimo humor, a chance de você começar a sentir ansiedade é enorme, e esse sentimento irá mudar suas escolhas alimentares.


Ao longo do dia podem aparecer outros fatores de estresse no trabalho ou em casa, e a necessidade de compensar esses sentimentos com algo que traga alegria aumenta, e com ela, o desejo de doces, refinados, gorduras, laticínio, substâncias essas que levam à sensação momentânea de bem-estar, mas estão relacionadas à inflamação, alteração intestinal, produção de muco, aumento de risco para diabetes, pressão alta e outras comorbidades.


Então qual é a solução? Ajuste os fatores que estão levando à ansiedade como impor limites nos horários de trabalho, escolher um momento no dia para se informar (evitando logo cedo ou antes de dormir) e incluir uma atividade de prazer no seu dia, assim não precisará buscar em comida.  E lembre que é um caminho de mão dupla. Quando está com a mente bagunçada pode alterar a rotina e o inverso também vale. Então atenção aos gatilhos, organize, recomece e cuide da sua saúde como um todo! 


Dra Renata Cortella 

Instagram: @renatacortella

Youtube: Renata Cortella


#medicavegana #plantbased #veganismo #vegetarianismo #saudeintegral #vegan #GoVegan

90 visualizações

Apoie o Bloguesia

A missão do Bloguesia é levar informação confiável e relevante para ajudar e inspirar os leitores a compreender e buscar um estilo de vida mais saudável, harmônico e compassivo, respeitando a natureza e todos os seres que habitam a Terra conosco. São mais de 9 anos de pesquisas, estudos, posts, parcerias e publicações através de textos, fotos, artigos, vídeos e áudios produzidos de forma independente pela Taiara Desirée - e/ou selecionados por ela (no caso dos Colunistas). Taiara tem a comunicação como um propósito de vida, sendo imensamente grata a todos que fazem parte desta história. Uma Criativa Cultural e entusiasta, que carrega no coração uma enorme vontade de fazer muito mais. Ao doar para o Bloguesia, você colabora para a manutenção deste trabalho, ajudando a melhorá-lo e a trazer para o mundo cada vez mais conteúdo de valor.

Gratidão!

Bloguesia by Taiara Desirée

2019 POR TAIARA DESIRÉE - CNPJ 26.259.889/0001-10 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.