• Taiara Desirée

SISTEMAS AGROECOLÓGICOS LOCAIS: PERMACULTURA - GEDS ECOLÓGICO

Reflexão dos estudos do Módulo 3 da Dimensão Ecológica do Curso Design Para Sustentabilidade do Gaia Education, que apresenta o tema 'Sistemas Agroecológicos Locais'.



Estudar sobre a Permacultura nos leva a refletir sobre diversos aspectos que envolvem a nossa alimentação e, principalmente, descobrir meios sustentáveis, regenerativos, saudáveis e seguros de produção e consumo, motivando-nos a praticar hábitos que impactam positivamente a vida e o meio ambiente como um todo. 


Sou vegana há mais de um ano e a minha pegada ecológica diminuiu bastante, mas sei que posso melhorar e colaborar muito mais com a sustentabilidade e regeneração da nossa natureza.


Quanto mais conscientes sobre o que produzimos e consumimos, nos sentimos mais responsáveis e motivados a fazer parte da solução e não da poluição, pelo menos tem sido assim comigo. 


Dessa forma, vários aspectos são relevantes para mim e o primeiro deles é o respeito a todas as formas de vida. Além disso, a saúde física, mental e espiritual também são pontos fundamentais que busco alimentar no meu dia a dia e, por isso, identifiquei-me bastante com o trecho do módulo que diz: 


Quando as necessidades de um sistema não são satisfeitas predominantemente dentro dele mesmo, pagamos o preço em consumo de energia e em poluição. Uma mudança fundamental é necessária. Para viver uma vida boa e saudável, os seres humanos precisam mais do que os dispositivos de tecnologia de comunicação e de realidade virtual. Nosso próprio ser e nossa sanidade dependem do contato frequente com o sol, com o vento, com as pessoas, com as pedras, com o mar, com os pássaros e com as plantas ao nosso redor. Para nos sentirmos plenamente vivos, precisamos sentir nossa interconexão com toda a vida que nos cerca – nossa interdependência íntima com o mundo humano e com o mundo mais-que-humano. 

(GEDS Ecológico, Módulo 3, página 7)


Uma vez que entendemos que todos os seres vivos afetam o seu ambiente de uma forma ou de outra, podemos escolher ter uma influência regenerativa ao invés de degenerativa sobre os sistemas dos quais participamos.



Com o estudo desse módulo pude aprender ainda mais sobre os alimentos e, principalmente, sobre sistemas de cultivo que nos fazem refletir e questionar sobre: a fertilidade do solo e a saúde geral do ecossistema; a saúde do ciclo da água; o bem-estar das pessoas que trabalham na terra; a saúde dos consumidores; o equilíbrio energético do sistema (‘entrada de energia’ versus ‘saída de energia); onde o alimento é vendido? O retorno cobre os custos reais?; os efeitos externos (os insumos demandados pelo sistema de agricultura são produzidos de forma sustentável?), entre outros.


É triste ver como as pessoas antes tinham uma ligação íntima e significativa com o alimento que comiam e, hoje, para muitos, ele se tornou uma mercadoria como qualquer outra. Precisamos encorajar inovações e práticas locais contínuas para ao bem-estar ambiental, social, econômico e espiritual, por isso, buscarei, através do meu trabalho, disseminar as consequências negativas da agricultura industrial, mostrando como podemos manter hábitos saudáveis e regenerativos. 


Foi incrível aprender sobre o Manejo holístico, sobre a Agricultura Biodinâmica desenvolvida por Rudolf Steiner, que traz o princípio fundamental de que a fazenda como um todo seja vista como um ser físico e espiritual, cujo bem-estar está aos cuidados do agricultor. Se a boa saúde for mantida, o resultado será a abundância. Além de saber que ela possui um sistema próprio de certificação, que abrange todas as exigências da agricultura orgânica e ainda outras.


Outro ponto que chamou muito a minha atenção foi o tópico que fala da “Perda de Áreas Selvagens: Protegendo a herança da vida”. É triste ver o quanto o ser humano vem destruindo a vida no nosso planeta.



Precisamos, urgentemente, fazer a humanidade entender que a partir desses lugares selvagens, a vida como um todo é nutrida com diversidade, vibração, resiliência e a inovação transformativa que é a marca da jornada evolutiva da vida. Enquanto vida, dependemos de toda a vida e, principalmente, da vida selvagem.


"Quando as pessoas, a terra e a comunidade são com um só, todos os três membros prosperam; quando não se relacionam como membros, mas com interesses concorrentes, todos os três são explorados”. (Land Institute)

Para sermos totalmente humanos e sobrevivermos enquanto espécie no longo prazo, precisamos nos nutrir através do contato frequente com a natureza; e também precisamos proteger, restaurar e regenerar as áreas selvagens restantes no mundo.


É lamentavelmente preocupante ver o Alan Watson Featherstone, fundador da organização escocesa Trees for Life, descrever a situação atual como um ‘Mundo Agonizante’ listando vários sintomas, mas, por outro lado, senti-me esperançosa ao ver os conselhos que ele nos dá sobre como realizar a restauração ecológica.   


Assim como objetiva o Land Institute, precisamos alcançar a sustentabilidade, mudando o nosso estilo de vida de extrativo e prejudicial para restaurador e nutridor, assim seguirei, buscando agir e promover uma vida em comunidade próspera e duradoura. 


Em evolução...


Taiara Desirée


#designparasustentabilidade #designecologico #dimensaoecologica #GaiaEducation #geds

#permacultura #sistemasagroecológicos #reflexão

0 visualização

Apoie o Bloguesia

A missão do Bloguesia é levar informação confiável e relevante para ajudar e inspirar os leitores a compreender e buscar um estilo de vida mais saudável, harmônico e compassivo, respeitando a natureza e todos os seres que habitam a Terra conosco. São mais de 9 anos de pesquisas, estudos, posts, parcerias e publicações através de textos, fotos, artigos, vídeos e áudios produzidos de forma independente pela Taiara Desirée - e/ou selecionados por ela (no caso dos Colunistas). Taiara tem a comunicação como um propósito de vida, sendo imensamente grata a todos que fazem parte desta história. Uma Criativa Cultural e entusiasta, que carrega no coração uma enorme vontade de fazer muito mais. Ao doar para o Bloguesia, você colabora para a manutenção deste trabalho, ajudando a melhorá-lo e a trazer para o mundo cada vez mais conteúdo de valor.

Gratidão!

Bloguesia by Taiara Desirée

2019 POR TAIARA DESIRÉE - CNPJ 26.259.889/0001-10 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.